Maternidade Dona Evangelina Rosa promove a I Jornada Materno-Infantil

[Teresina] – Referência em atendimento de alta complexidade, a  Maternidade dona Evangelina  Rosa (MDER) dará início nesta quarta (4) , seguindo até sexta-feira (6) a I Jornada Materno Infantil – Qualificando a Assistência Materno-infantil . O evento põe em destaque a participação multiprofissional da assistência ao binômio mãe-bebê representará um marco importante na obstetrícia do Estado do Piauí. A solenidade de abertura acontecerá hoje às 19h do auditório do Conselho Regional de Medicina (CRM/PI)
A Jornada contará com conferencias dentre as quais, Apice on (Projeto de  Aprimoramento e Inovação no Cuidado e Ensino em Obstetrícia e Neonatologia), iniciativa do Ministério da Saúde em parceria com a EBSERH, ABRAHUE, MEC e IFF/ FIOCRUZ, tendo a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) como instituição executora e  Quali neo (Estratégia criada pelo Ministério da Saúde-MS, por meio da Coordenação Geral de Saúde da Criança e Aleitamento Materno (CGSCAM/DAPES/SAS), para reduzir as taxas de mortalidade neonatal) que serão apresentadas na solenidade de abertura . Além desses, serão discutidos outros temas  como hipertensão arterial  na gestação e mesas redondas a exemplo  do pré-natal de alto risco e prematuridade , parto e nascimento pré- termo, diabetes, aleitamento materno  –  em abordagem multiprofissional – , amniorrexe prematura (rompimento das membranas ovulares antes do trabalho de parto). Outro ponto importante do evento será a coordenação e intervenção multiprofissional  em casos de mulheres vítimas de violências sexual  atendidas na Mder.
A diretora do Instituto de Perinatologia Social (IPS), que atua como vice-presidente da Jornada, médica Francisca Lopes, relata que o evento tem como propósito qualificar os profissionais  da assistência Materno –Infantil, especialmente aqueles profissionais que trabalham diretamente à mãe e ao feto.” Essa Jornada  é multiprofissional  e tem esse objetivo  – de atingir ao público maior exatamente para que haja uma interação entre os profissionais  da Casa e também de outras Maternidades do Estado e do Município”, explica a médica frisando que  a expectativa é que essa integração entre as equipes melhore a qualificação e a humanização do cuidado à criança, gestante e puérpera.
Segundo o diretor de Ensino e Pesquisa da Instituição, médico Joaquim Parente, além de abordar temas específicos a respeito dos cuidados relacionados à mãe, enquanto gestante, parturiente e puérpera – bem como em relação ao concepto, o evento também disponibilizará oportunidade para que pesquisadores possam apresentar trabalhos científicos nessa área do conhecimento. “A gente acredita que a I Jornada Materno- Infantil da Maternidade Dona Evangelina Rosa representará um passo importante para a obstetrícia do Estado, uma vez que a gente pretende que outras jornadas se sucedam a esta”, prevê.
As inscrições poderão ser realizadas no local do evento.
Fonte: Mder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *