Farmácia do Povo passa a contar com Observatório dos usuários

[Teresina] – A Secretaria de Estado da Saúde(SESAPI) instituiu o Observatório da Sociedade Civil, voltado para os usuários da Farmácia do Povo. A criação do dispositivo, que estreita os vínculos com associações de pacientes, foi apresentada hoje, 5, pelo secretário de Estado da Saúde, Florentino Neto, às associações e equipe técnica da Diretoria da Assistência Farmacêutica e da Sesapi.

Institucionalizar o acesso às informações, com as associações acompanhando desde o planejamento até o processo de compra, é o princípio do Observatório, explica o secretário Florentino. “É um instrumento para acompanhar o planejamento, a entrega, os trabalhos feitos, o estoque, o nível de adimplência ou de inadimplência. Além de acompanhar os procedimentos licitatórios, as associações possam vivenciar conosco a alegria de estar fortalecendo o SUS, como também possam trazer suas observações para fortalecer a Secretaria de Saúde”, afirma.

Para constituir o Observatório, cada associação deverá indicar um representante, para a criação do comitê. Também será programada uma rotina de trabalho, entre a associação e técnicos da Secretaria e da Farmácia. “Para que possamos nos reunir, para planejar com mais eficiência a aquisição de medicamentos. Com um bom planejamento, a gente consegue sanar muitas dessas dificuldades, como financeiras e precificação, e faltas”, explica a diretora geral, Wanda Avelino.

Uma das associações com maior número de usuários, a dos Pacientes Renais Crônicos, elogiou a iniciativa. Para o presidente da Associação, Luiz Moreira Filho, o Observatório “é de grande importância para todos nós que fazemos uso da Farmácia. Tendo este comitê para que a sociedade civil possa estar realmente acompanhando, como está o estoque, o processo licitatório, para quando o processo (da aquisição de medicamento) estiver vencendo, a gente possa ficar alerta e fazer um novo processo”.

Atualmente, a Farmácia mantém contato ativo com cinco associações: Pacientes Renais Crônicos do Piauí(Aprepi), dos Diabéticos do Piauí(ADIPI), Associação Anemia Falciforme do Piauí, Associação dos portadores  de doenças de Cronh e Retoculite  ulcerativa do Norte e Nordeste(Acronh), Associação de Portadores Fibrose Cística do Piauí.

A reunião contou com a presença de Djan Moreia, coordenador responsável pelo Observatório, além da equipe técnica da Diretoria da Assistência Farmacêutica, que administra a Farmácia do Povo.

Ascom

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *