Secretaria de Saúde inicia execução do Plano de Prevenção ao Suicídio

[Teresina] – No início da tarde desta terça-feira (03) o Secretário de Estado da Saúde Florentino Neto se reuniu com a Delegada Anamelka Cadena, a presidente do Centro Débora Mesquita, Késia Mesquita, membros da Gerência de Atenção a Saúde Mental da Sesapi e da Polícia Militar para dar início aos trabalhos integrados entre a Secretaria de Estado da Saúde, Secretaria de Segurança Pública, Polícia Militar, Centro Débora Mesquita e outras instituição no Plano de Enfrentamento ao Suicídio.

O Secretário Florentino Neto reforçou a busca por um trabalho integrado entre várias instituições para executar o plano de prevenção ao suicídio, assim como já havia afirmado em reunião com o Secretário Fábio Abreu na última segunda-feira. “Hoje nós discutimos sobre as oficinas de capacitação de profissionais, nestas oficinas participarão tanto os profissionais de saúde, como também os profissionais das polícias civil e militar para que nós todos estejamos mais capacitados para atuar em momentos que envolvam a prevenção do suicídio”, apontou o secretário.

O secretário aponta ainda que esta atuação conjunta de organizações não governamentais que representam a sociedade civil, organizações com cunho religioso e órgãos do governo podem melhorar e evoluir cada vez mais a efetividade do plano de prevenção ao suicídio.

Entre os pontos discutidos na reunião a capacitação dos profissionais que atuaram atendendo a sociedade mostrou-se como ponto principal. A delegada Anamelka Cadena apontou que a campanha do Setembro Amarelo tem suma importância para a população no momento de tratar sobre a delicada temática do suicídio. “A capacitação e o aperfeiçoamento dos profissionais para lidarem com essa temática e recepcionar da forma mais adequada os casos que chegarem até eles, permitirá um atendimento mais humanizado e efetivo para a população que lidar com esse problema tão delicado. Essa capacitação fará a diferença no que se refere ao enfrentamento ao suicídio”, disse a delegada.

Késia Mesquita que já atua há sete anos no enfrentamento ao suicídio e apoio a população fala que a proposta de um trabalho integrado entre diversos órgãos do município no enfrentamento e prevenção do suicídio só traz pontos positivos para a comunidade. “É importante perceber que esta é uma questão onde todos precisam estar unidos e é muito bom ver o secretário de estado da saúde com essa preocupação de lançar um plano a longo prazo, com um passo de cada vez, capacitando os profissionais para só então receber as pessoas que sofrem com depressão com cuidado especializado com o intuito de reduzir os índices de suicídio”, destacou Késia.

Foto: Ascom

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *