Assembleia de SP aprova PL das 30h sem redução salarial para a Enfermagem

[São Paulo] – A redução da jornada de trabalho para 30 horas semanais nunca esteve tão próxima para a Enfermagem paulista. O Conselho Regional de São Paulo (Coren-SP) indicou uma proposta para a deputada e enfermeira Analice Fernandes em março de 2018, que imediatamente elaborou o Projeto de Lei 347/2018. Ele foi aprovado na última quarta-feira (12/12), pela maioria dos deputados.

O caminho para conquistar esse avanço foi longo e árduo. Além de indicar essa proposta para Analice, a presidente do Coren-SP, Renata Pietro, junto ao Fórum Estadual 30 horas, acompanhou de perto sua tramitação na Alesp, cobrando dos deputados a aprovação da medida.

Em junho deste ano, representantes de entidades da Enfermagem Brasileira e do movimento sindical uniram-se na avenida Paulista, em São Paulo, para pedir mais valorização e reivindicar as bandeiras prioritárias da categoria, como a jornada de 30 horas semanais nacional, piso salarial nacional, descanso digno e melhores condições de trabalho. O ato, organizado pelo Fórum Nacional da Enfermagem, teve participação de diversos líderes de entidades, que discursaram em defesa do SUS e da profissão. O coordenador do Fórum Estadual da Enfermagem 30h, Jefferson Caproni, também participou do ato nacional, que colaborou para a vitória no estado paulista.

A jornada de 30 horas semanais sem redução salarial passará a ser regulamentada em todo o estado de São Paulo, desde que o projeto seja sancionado pelo governador Márcio França. “A Enfermagem paulista nunca foi tão longe na luta pelas 30 horas. Não vamos desistir até que o projeto seja sancionado, garantindo o respeito e a valorização que a categoria tanto merece”, afirmou a presidente Renata Pietro.

Por Ken William, com informações do COREN-SP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *