Profissionais de saúde e direito debatem a judicialização e o acesso a medicamentos

Mais de 300 profissionais e estudantes das áreas da Medicina e do Direito lotaram o auditório da OAB Londrina na noite desta segunda-feira (7) na abertura da 1º Jornada sobre  Judicialização da Saúde – Acesso a Medicamentos, que continua nesta terça-feira (8). A palestra de abertura foi ministrada pelo desembargador do Tribunal Federal da 4ª Região, João Pedro Gebran Neto.

“A judicialização da Saúde é um dos temas que precisamos debater com a sociedade. O acesso a novos tratamentos precisa atender a critérios técnicos e refletir a essência do SUS, acesso universal e igualitário às ações e serviços de saúde”, diz o secretário estadual da Saúde, Antônio Carlos Nardi.

Após a palestra da noite de abertura, a diretora do departamento de Assistência Farmacêutica da Sesa, Deise Pontarolli, participou de uma mesa redonda abordando o tema “Critérios de Incorporação e Disponibilidade de Medicamentos no Sistema Único de Saúde”.

A mesa redonda foi moderada pelo médico e professor Gilberto Martin. Os outros temas debatidos foram “A Prescrição Médica e seus Limites: Medicina Baseada em Evidências”, pelo médico do Conselho Regional de Medicina,  Alcindo Cerci Neto, e “Advocacia Privada e a Garantia de Acesso a Medicamentos”, pelo advogado Adauto de Almeida Tomaszewski.

A plateia pôde participar dos debates, numa discussão que se mostrou extremamente interessante e positiva, apontando caminhos que podem contribuir para a tão buscada contenção saudável das demandas judicializadas na saúde.

A 1º Jornada sobre  Judicialização da Saúde – Acesso a Medicamentos é uma iniciativa conjunta  de várias entidades, entre elas o Sindicato dos Médicos do Norte do Paraná (Sindmed), o  CRM  (Conselho Regional de Medicina-PR); OAB Londrina; AML (Associação Médica de Londrina); Comitê Executivo da Saúde de Londrina; Autarquia Municipal de Saúde de Londrina e AMP (Associação Médica Paranaense).

Ascom

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *