[DF]-Hmib se torna Unidade de Referência Distrital

A Secretaria de Saúde promoveu mais uma reestruturação administrativa. Publicado na página 17 do Diário Oficial do DF desta quarta-feira (11), o Decreto Nº 38.982, entre outras mudanças, transforma o Hospital Materno Infantil de Brasília (Hmib) em Unidade de Referência Distrital (URD).

Com isso, a unidade passa a ser referência para todo o DF. Antes, apenas integrava a Região Centro-Sul (Guará, Candangolândia, Núcleo Bandeirante, Riacho Fundo I e II e Park Way).

O texto também cria o nível de atenção secundária à saúde, responsável por atender os casos de média complexidade – encaminhados pelas unidades básicas de saúde – para receber assistência complementar de especialistas focais como neurologistas, pediatras, endocrinologistas e ginecologistas.

O coordenador de Atenção Especializada da Saúde, Fernando Uzuelli, explica que “o Hmib ficará responsável pelos casos de alta complexidade relacionados à pediatria e à ginecologia/obstetrícia. Essas são áreas específicas para crianças, gestantes, puérperas e mulheres com problemas de saúde.”

Uzuelli enfatizou que a mudança ocorreu porque as atividades do hospital têm características próprias dessas áreas, o que a torna especializada para tratar os casos graves desse público. “O Hmib também poderá aperfeiçoar os processos de trabalho, porque ganhará mais autonomia administrativa e financeira”, disse.

Segundo ele, o Hmib passará a ter diretoria administrativa própria – antes esse papel era desempenhado pela Diretoria Administrativa da Superintendência da Região Centro Sul, que trata de todas as outras unidades que fazem parte da região.

Dessa forma, o Hmib poderá cuidar da manutenção dos seus equipamentos, logística e gestão de pessoas. O quadro de pessoal não sofrerá alterações.

O Hmib também terá dotação orçamentária própria pelo Programa de Descentralização Progressiva de Ações em Saúde (PDPAS).

ENTENDA O QUE É URD – O Hmib será a quinta URD – as demais são o Instituto Base, e os hospitais de Apoio, da Criança e o São Vicente de Paulo.

As Unidades de Referência Distrital (URD) concentram processos de atendimento de alta complexidade e têm como característica dar suporte para toda a rede em especialidades específicas.

Elas estão subordinadas a administração central, o que garante a gestão estratégica de serviços que são referência para a população do Distrito Federal.

Nos casos de urgência e emergência, essas unidades atendem alta complexidade, ou seja, os demais casos podem ser atendidos em unidades básicas de saúde.

Nesse período, por exemplo, onde há muitas demandas de doenças respiratórias, os pais podem se dirigir prioritariamente às UBS, que resolvem entre 60% a 80% dos casos.

Já para ter acesso aos serviços ambulatoriais, é necessário encaminhamento e marcação pelo Complexo Regulador da SES.

REGIÕES – O decreto também estabelece a reorganização de duas das cinco regiões de saúde. Confira abaixo:

COMO ERA COMO FICOU
Região Centro- Norte Asa Norte, Cruzeiro e Lago Norte Passa a se chamar Região Central:

Asa Norte e Sul, Cruzeiro, Lago Norte e Sul.

 

 

 

Região Centro- Sul Asa Sul, Guará, Candangolândia,  Núcleo Bandeirante, Riacho Fundo I e II, Park Way e Lago Sul. Guará, Candangolândia,  Núcleo Bandeirante, Riacho Fundo I e II e Park Way

 

MUDANÇA DE NOMES – Alguns setores mudaram de nome e outros foram remanejados entre as áreas. Confira as mudanças no Diário Oficial do Distrito Federal.

Fonte: Secretaria de Estado da Saúde

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *