[SP]-“Agita Família” tem participação de mais de 2 mil escolas neste ano

Para comemorar o Dia Mundial da Atividade Física, a edição do projeto Agita Família vem com uma programação especial para as escolas da rede estadual participantes do programa Escola da Família, da Secretaria da Educação de São Paulo. São 2.240 unidades com diversas atividades voltadas ao esporte.

Torneios esportivos, palestras, apresentações de dança, ginástica aeróbica, recreações para crianças, entre outras atividades, poderão ser realizadas pelas instituições de ensino.

“É muito importante que o costume de manter uma atividade física regular venha desde pequeno, por isso é legal que a a família inteira esteja envolvida nesse processo”, explica Victor Matsudo, coordenador do Programa Agita São Paulo e diretor-científico do CELAFICS (Centro de Estudos do Laboratório de Aptidão Física de São Caetano do Sul). “Com um hábito de vida saudável contínuo, são grandes as chances de evitar uma série de doenças”.

O Agita Família é um projeto do Escola da Família, em parceria com a Secretaria da Saúde e o Centro de Estudos do Laboratório de Aptidão Física de São Caetano do Sul (Celafiscs). A entidade é responsável pelo projeto Agita são Paulo, realizado desde 2004 nas unidades escolares em comemoração ao Dia Mundial da Atividade Física, celebrado no dia 6 de abril. Desde agosto de 2003, a pasta estimula cada unidade a abrir seu espaço para a comunidade nos fins de semana.

Convívio

Sob a tutela de educadores encarregados pelo programa, parcerias com empresas e organizações não governamentais, e contando com a participação de voluntários e jovens educadores universitários (bolsistas do Programa Bolsa Universidade), muitos bairros puderam encontrar na escola um espaço de lazer, acesso a serviços públicos e experiência de convívio e solidariedade.

Para que o programa aconteça, a Secretaria da Educação do Estado de São Paulo oferece, anualmente, recursos financeiros às escolas participantes e coloca um Educador, seja um professor, profissional da rede, seja um vice-diretor, para coordenar as atividades, supervisionados pelo diretor da unidade escolar.

As instituições que aderem ao Escola da Família também estão sob a coordenação, na sua região, do dirigente de ensino e sua equipe: um supervisor e um professor coordenador do núcleo pedagógico.

Fonte: SPNotícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *