[BA]-Artigos sobre o Dia Mundial da Saúde

Ao celebrarmos hoje o Dia Mundial da Saúde, cabe aqui um olhar sobre os avanços na saúde pública em nosso estado. Nos últimos anos, a Bahia tem vivenciado mudanças positivas na sua estrutura de saúde pública. Em dez anos, saltamos de 7% na cobertura de Atenção Básica para mais de 74% em todo o estado.

Historicamente, sempre ocorreu concentração excessiva dos serviços de saúde na capital, deixando o interior baiano desassistido, sem consultas com especialistas e exames diagnósticos sofisticados, além de haver poucos hospitais de alta complexidade. Era necessário tomar a decisão correta: descentralizar e regionalizar a saúde da Bahia. E assim temos feito.

Como médico e gestor público, estou convicto de que a criação dos Consórcios de Saúde, implantado pelo Governador Rui Costa, é o que vem impactando mais radicalmente a face da saúde em nosso estado. Hoje, 18 consórcios já funcionam, sendo que quatro deles já ofertam policlínicas com especialidades e exames complementares. Em todo o interior, especialistas da capital e até de outros estados estão fixando residência e mudando a face da medicina. Êxito total!

Estamos investindo fortemente na ampliação da alta complexidade com novas unidades em Salvador (HGE2, Hospital da Mulher e Novo Couto Maia), Lauro de Freitas (Hospital Metropolitano), Ilhéus (Hospital Costa do Cacau e futura Maternidade Luiz Viana), Seabra (Hospital da Chapada e futura Maternidade Frei Justo), Camaçari (Maternidade Regional), Feira de Santana (UPA, Novo Clériston Andrade e Maternidade Regional do Hospital da Criança), Barreiras (UPA e ampliação do Hospital do Oeste), Irecê (ampliação do Hospital Regional), Vitória da Conquista (UPA, nova emergência e UTI do HGVC), Jequié (UPA e Novo Hospital Prado Valadares), além de dezenas de novos leitos de UTI e serviços de alta complexidade em oncologia, cardiologia e ortopedia.

Estamos investindo mais de R$ 500 milhões na construção de dez novas UBS, dez CAPS, sete policlínicas e Academias da Saúde, todas cedidas, quando prontas, às gestões municipais de Salvador e região metropolitana.

Firmamos inédita PPP de diagnóstico por imagem, investindo R$ 120 milhões na modernização e ampliação do parque de imagem em dez hospitais baianos. Para eliminar a fila de cirurgias eletivas, criamos mutirões de serviços, atingindo a marca de 20 mil pacientes operados em pouco mais de um ano.

O projeto de saúde do Governo da Bahia vem expandindo o SUS em todo o Estado, regionalizando, descentralizando e modernizando a assistência à saúde. Seguiremos na direção de garantir a tão buscada atenção integral, viabilizando seu custeio, e garantindo a sustentabilidade no longo prazo. Saúde, Bahia!

Fonte: Secretaria de Estado da Saúde

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *