[SP]-Michele Caputo recebe o Oscar da Saúde

Nesta quinta-feira (15) em São Paulo, o secretário estadual de Saúde, Michele Caputo Neto, recebeu o Oscar da Saúde – uma premiação da revista Healthcare Management que destaca as 100 personalidades mais influentes na saúde brasileira. “É uma honra receber este prêmio que considero um reconhecimento à gestão do governador Beto Richa na saúde. São R$ 19 bilhões de investimentos nos últimos sete anos que revolucionaram a saúde do Paraná. Hoje posso afirmar, com certeza absoluta, que estamos na vanguarda da saúde pública do país”, disse Michele Caputo.

Pessoalmente, segundo Michele Caputo, a premiação após 33 anos de carreira “é um orgulho grande por levantar e defender fortemente a bandeira da saúde pública”, disse Michele Caputo que também teve atuação destacada à frente da presidência do Conass (Conselho Nacional de Secretários de Saúde).

“Trabalhamos na reestruturação da política da atenção básica, no fortalecimento da política de saúde mental, no enfrentamento de doenças como a dengue e a febre amarela, entre outros temas. Além disso, lutamos por mais recursos para o SUS e buscamos soluções inovadoras para melhorar a gestão pública da saúde”, apontou o presidente do Conass.

Saúde no Paraná – Michele Caputo Neto apontou ainda os avanços na saúde púbica do Paraná, entre eles, a menor taxa de mortalidade materna e infantil da história, recordes na área de doações e transplantes de órgãos, ampliação do número de leitos gerais e de UTI, fortes investimentos na área de vigilância em saúde, na atenção primária e reforço na política de apoio aos municípios, com entrega de ambulâncias, equipamentos e obras em hospitais, unidades de saúde e outros serviços. “Revolucionamos a saúde do Paraná. Executamos em 2017 o maior orçamento da história do Estado e isso contribuiu muito para que cumpríssemos todas as metas de gestão”, disse.

“O que fizemos no Paraná mostra que é possível oferecer um atendimento público de qualidade, mais humano, digno e de preferência mais perto das pessoas. Isso com apoio e através de parcerias com as santas casas e hospitais filantrópicos, que hoje respondem por quase metade dos atendimentos de saúde no Estado. Investindo recursos próprios de custeio nessas instituições, não só evitamos o fechamento de hospitais, mas conseguimos ampliar a oferta de leitos e serviços em todas as regiões”, completou.

O secretário de saúde adiantou também que vai se despedir do cargo para atender um pedido do setor saúde e se candidatar a deputado estadual nas eleições de outubro. “A ideia é ser um legítimo representante da causa da saúde pública na Assembleia Legislativa e defender que programas implantados na gestão do governador Beto Richa, como o Mãe Paranaense, HospSUS, ApSUS, VigiaSUS e Transporte Aeromédico, se consolidem como políticas de Estado, perpassando governos”, disse.

“Os resultados dessas políticas e programas são visíveis. Milhares de vidas foram salvas graças a essas ações inovadoras, que hoje são reconhecidas mundialmente. Não podemos admitir retrocesso. Pelo contrário, temos muito a fazer e a população precisa que avancemos ainda mais”, completa Michele Caputo.

Fonte: Conass

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *