[DF]-HRG completa 51 anos como referência interestadual

Referência em atendimento para cerca de 1,5 milhão de pessoas, incluindo moradores de municípios de Goiás, Minas Gerais e Bahia, o Hospital Regional do Gama (HRG) completa, nesta segunda-feira (12), 51 anos de funcionamento.

O saldo de serviços prestados no ano passado revela a importância estratégica da unidade. Em 2017, foram realizados 158.484 atendimentos de emergência, 122.101 consultas médicas ambulatoriais, 40.542 internações, 5.621 partos, 1.862 cirurgias de emergência e 962 eletivas. Do total de atendimentos, 47.253 foram a pacientes que residem fora do DF.

“O hospital é a única referência de trauma, emergência obstétrica, clínica e cirúrgica desde Cristalina (GO) até a Região Sul de Saúde do DF – Gama e Santa Maria. São servidores, prestadores de serviço, fornecedores, gestores, lideranças comunitárias e políticas, além da própria Secretaria de Saúde, desenvolvendo um trabalho cotidiano heroico para atender a demanda”, disse o diretor do HRG, José Roberto Macedo.

Segundo ele, o hospital passou nos últimos dois anos por mudanças nos processos de trabalho para melhorar a qualidade dos procedimentos. A direção da unidade conseguiu informatizar o sistema, aumentar o número de funcionários, organizar o serviço ambulatorial, retomar as cirurgias eletivas, reorganizar o fluxo de gestantes da Região Sul com a reabertura do serviço de obstetrícia no Hospital Regional de Santa Maria (HRSM), e inaugurar a mamografia do HRG.

“No caso da mamografia, conseguimos garantir mais resolutividade dos serviços, sem precisar encaminhar para outra regional. Isso significou um apoio maior aos que dependem desse exame e uma conquista a mais para os usuários, que não precisam se deslocar para outros lugares”, comentou Macedo.

SERVIÇOS – Para atendimento ambulatorial, o HRG oferece consultas nas especialidades de cirurgia geral, proctologia, oncologia ginecológica, pré-natal de alto risco, traumatologia e ortopedia, neurologia, pneumologia, mastologia, climatério, oftalmologia, geriatria, gastroenterologia, nefrologia, hematologia, endocrinologia, reprodução humana, reumatologia, além de odontologia e anestesiologia.

O hospital possui também atividades complementares como serviço social, nutrição clínica, fisioterapia e terapia ocupacional. Tem ainda o Projeto Gardênia, que atende pessoas em situações de violência, o núcleo de assistência domiciliar, o grupo de apoio a dependentes químicos, o núcleo de controle de infecção hospitalar, banco de leite humano, serviços de hematologia e hemoterapia, gerenciamento de leitos, gerenciamento de riscos e o serviço de ouvidoria.

HISTÓRICO – Em 12 de março de 1967 o então presidente da República, marechal Castelo Branco, inaugurou oficialmente o Hospital Distrital do Gama que, mais tarde, recebeu o nome de Hospital Regional.

A área física da unidade contava com 40 consultórios e 386 servidores para atender a cerca de 1.600 pessoas por mês. Atualmente, a área total da unidade é 46.440 metros quadrados e o quadro de pessoal tem cerca de 2.300 servidores.

Fonte: Governo de Brasília

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *