ANS determina suspensão da venda de 44 planos de saúde de 17 operadoras

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) divulga, nesta sexta-feira (02/03), os resultados de um novo ciclo do Programa de Monitoramento da Garantia de Atendimento. Nessa etapa, a reguladora determinou a suspensão da venda de 44 planos de saúde de 17 operadoras. A medida começará a valer no dia 09/03 e protege cerca de 180,9 mil beneficiários. Esses usuários continuarão a ter assistência regular, mas as operadoras ficam impedidas de vender os planos para outros interessados até que comprovem a melhoria no atendimento.

Realizado a cada três meses, o monitoramento avalia as operadoras a partir das reclamações dos beneficiários relativas à cobertura assistencial como, por exemplo, negativas e demora no atendimento. Nesse ciclo, foram consideradas as demandas recebidas no 4º trimestre de 2017.

A diretora de Normas e Habilitação dos Produtos da ANS, Karla Coelho, destaca que a medida tem como principal objetivo acompanhar a atuação das operadoras no tocante ao atendimento prestado aos beneficiários. “As operadoras suspensas só podem voltar a comercializar esses planos à medida em que houver melhoria no atendimento e acesso dos beneficiários às coberturas contratadas. É desta maneira que a agência atua na proteção do beneficiário de planos de saúde”, explica.

Neste ciclo, houve a reativação de 20 planos de oito operadoras. A partir do dia 9 de março, portanto, esses produtos poderão ser comercializados novamente.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *